Vereador repercute desligamento da médica Mayra Pinheiro

O vereador Márcio Martins (Pros) demonstrou sua indignação com o desligamento da médica Mayra Pinheiro. O parlamentar acusou o Governo do Estado de atitude “desrespeitosa” e afirmou que a médica não está sozinha.

O pronunciamento do vereador foi motivado devido ao desligamento da pediatra Mayra Pinheiro, médica do Hospital Geral de Fortaleza (HGF). A profissional era contratada pela Cooperativa dos Pediatras do Ceará (Coopedce) e tinha concorrido ao Senado Federal nas eleições 2018.

Sindicância

Pela palavra, o vereador Gardel Rolim (PPL) afirmou que desde março deste ano, já tinha sido aberto uma sindicância para apurar a conduta da médica. Gardel continuou explicando que Dra. Mayra cometeu crime, de acordo com o Código Civil e o Código de Ética Médica, quando fez imagens de pacientes e publicou em redes sociais sem a permissão deles.

Márcio Martins discordou do motivo apresentado pelo parlamentar Gardel Rolim e defendeu que a denúncia sobre a situação do Hospital Geral de Fortaleza deveria ser feita sim.

“Os médicos não podem se omitir sobre uma situação que vá de encontro ao mal-estar de seus pacientes. E aqui queria ressaltar a fala do vereador Gardel quando diz que houve ilegalidade da Dra. Mayra, mas a meu ver, ilegal é pacientes no chão, morrendo, ilegal é ver essas pessoas sendo tratadas dessa forma. E ela teve a coragem de denunciar, amparada inclusive pelo regimento da sua profissão que não pode se omitir diante da situação precária da saúde pública.”, destacou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s