Comissão de Cultura recebe representantes do movimento de artistas da Capital

 Em reunião nesta quinta-feira, 5 de outubro, a Comissão de Cultura, Desporto e Lazer ouviu os anseios de produtores artísticos de Fortaleza, que esperam o repasse de recursos do Edital das Artes de 2016. O momento aprovado por meio do requerimento nº 2760/2017, foi proposto pelo vereador Guilherme Sampaio (PT), e expôs a situação que os artistas aprovados no edital estão enfrentando diante do atraso das verbas.

O integrante do Fórum de Teatro e diretor teatral, Edson Cândido destacou a falta de retorno por parte do Executivo em relação ao repasse do Edital das Artes, frisando que as verbas são aprovadas por Lei. Ao falar da situação de diversos segmentos que integram o movimento, Edson Cândido ressaltou a expectativa a cultura no fomento das ações, muitas vezes sendo o Poder Público a único viabilizador dos projetos. Os produtores e a artistas questionaram ainda o lançamento de projetos culturais, citando o Bom de Fortaleza, e qual o critério e a logística utilizada pela Prefeitura nessas ações.

O presidente da Comissão de Cultura, vereador Márcio Martins (PR) destacou a importância do momento, que tem como principal objetivo aproximar os movimentos culturais e procurar um entendimento com o Poder Executivo sobre o repasses das verbas dos Editais. Na ocasião foi pactuada a realização de audiência pública sobre a situação da Cultura em Fortaleza, que deverá contar com a participação de representantes do Teatro, do movimento junino, de carnavalescos, e dentre outros segmentos.

O vereador Michel Lins (PPL), vice-líder do Governo na CMFor, destacou o diálogo que os parlamentares vem desenvolvendo com a gestão municipal. Michel Lins ressaltou a forma apartidária como a Comissão de Cultura vem tratando a temática, firmando o compromisso com os artistas na mediação junto ao Executivo sobre o Edital das Artes e os demais questionamentos do encontro.

Guilherme Sampaio chamou a atenção para a falta de credibilidade que a Prefeitura vem gerando nos movimentos culturais da cidade, e que isso, independente do gestor, é algo negativo para o Poder Público. “É preciso restabelecer o mínimo de credibilidade entre os artistas, produtores e a Prefeitura”, apontou. A reunião contou também com a participação dos vereadores Frota Cavalcante (Podemos) e Lucimar Martins (PTC).

Fonte: CMFor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s